Do insucesso do DAB à expansão online: a estratégia digital da rádio pública portuguesa

Sílvio Correia Santos

Abstract


Na década de 90, poucas dúvidas pareciam existir acerca do futuro da rádio na Europa. O Digital Audio Broadcasting (DAB) era apresentado como o standard que iria definir o futuro digital da rádio. Porém, em Portugal, tal como noutros países europeus, o DAB foi incapaz de cumprir as expectativas que se geraram à sua volta e acabou por ser preterido. A estratégia digital de muitas estações virou-se para a internet. Este artigo analisa o caso particular da rádio de Serviço Público (SP) em Portugal, para explicar o insucesso do DAB e a aposta na expansão online. Neste contexto, são explorados os principais argumentos em torno do mais provável cenário futuro da rádio: a convivência de plataformas, incluindo a transmissão analógica. No âmbito específico do SP, são ainda abordados os desafios particulares da transição para a era digital, particularmente a legitimidade do desenvolvimento online e a inexistência de formas de avaliação do impacto dessa expansão no mercado. No domínio da produção, este artigo destaca uma mudança de paradigma que consiste na valorização atual do conteúdo radiofónico separado do fluxo tradicional da rádio.

Keywords


rádio, DAB, internet, serviço público, Portugal

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS722013658