A construção viral da realidade: ciberpopulismos e polarização dos públicos em rede

Vania Baldi

Abstract


O presente artigo visa analisar os desafios sociotécnicos e políticos representados pela fragmentação e polarização dos discursos públicos que atravessam os diferentes espaços info-comunicacionais. A opinião pública perspetiva-se como balcanizada por conflitos permanentes entre interpretações e tomadas de posição que dizem respeito a temas de relevância pública. Destaca-se como o intuito desses discursos não é o de gerar um diálogo entre interlocutores para chegar a uma plausível interpretação da realidade, mas o de tornar virais convicções preestabelecidas e assim acentuar o afastamento entre os grupos intervenientes.
Nesta perspetiva, afirma-se como os fenómenos sociais ficam transfigurados e pulverizados em micronarrativas radicais, abstratas e incoerentes, deturpando as noções de realidade e verdade. Dentro deste cenário é analisado como os media digitais, através dos seus diferentes filtros, algoritmos, affordances, bots, trolls etc., proporcionam uma intensificação e uma expansão da desordem informacional, que por sua vez se reflete numa ameaça para a vida democrática. Nesse sentido, a distorção dos conteúdos e das formas comunicativas são consideradas como emblemáticas e reforçativas das caraterísticas e tendências principais dos atuais movimentos populistas.
Comparando e articulando um conjunto de investigações, dados, hábitos e acontecimentos relativos ao fenómeno sociopolítico do populismo e ao tipo de literacia tecno-cultural predominante na infoesfera pretende-se enquadrar e analisar, através dum prisma interdisciplinar, os desafios societais representados pela emergente sobreposição de questões políticas, tecnológicas e culturais. Se apresentam no fim do texto iniciativas culturais, tecnológicas, jornalísticas e jurídicas que apontam para uma resposta construtiva e criativa à tendência sociotécnica e sociopolítica analisada ao longo do artigo.

Keywords


pós-verdade; cibercultura; populismo digital; desintermediação; polarização.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15847/obsOBS12520181420

License URL: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/