A invisibilidade do desemprego (juvenil) no discurso mediático da imprensa portuguesa

Bruno Carriço Reis, João Carlos Sousa

Abstract


A actual crise internacional, que deriva do colapso subprime de 2006, gerou um efeito económico recessivo à escala global. No contexto português a consequência maior do fenómeno é o acentuar da precarização laboral e o aumento do desemprego juvenil. Importa perceber como a imprensa diária constrói a cobertura mediática deste fenómeno social e em que termos propõe o debate público. Para a concretização do objectivo enunciado efectuamos em dois jornais diários portugueses; a) uma análise de conteúdo, apurando frequências e temáticas acerca do desemprego (juvenil) e b) um estudo discursivo, acerca de como os media apresentam e representam os (jovens) desempregados. Os resultados revelam um alheamento mediático em relação ao fenómeno, que prima por uma cobertura minimalista e um excessivo enfoque institucional do problema, prática que neutraliza a compreensão da complexidade do fenómeno.

Keywords


Desemprego (juvenil), crise, discurso mediático.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15847/obsOBS1102017989

License URL: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/