O Programa “Mais Médicos” na Mídia Brasileira: estado da arte

Nanda Isele Gallas, Jullien Dábini Lacerda de Almeida, Mateus Aparecido de Faria, Douglas Marcos Pereira de Paula, Vania Roseli Correa Mello, Cristianne Maria Famer Rocha

Abstract


O Programa Mais Médicos foi instituído, no Brasil, em 2013. Desde então, tem recebido especial atenção da mídia em decorrência de suas inovações no campo da atenção à saúde, mas também pelo fato de incluir médicos provenientes de outros países para atuarem aqui. O objetivo deste trabalho é compreender o estado da arte do conhecimento produzido academicamente sobre a relação da mídia com o Programa Mais Médicos. Utiliza a revisão narrativa como metodologia e se divide em duas partes: a primeira, de caráter histórico e, a segunda, reservada a indicar as análises acadêmicas sobre a produção midiática relativa ao Programa. Identifica um volume ainda modesto de pesquisas sobre este tema e que os resultados conhecidos se referem prioritariamente ao período de anúncio, lançamento e início da execução do Programa. Conclui que as pesquisas realizadas já permitem indicar ao menos três elementos importantes que caracterizam a cobertura da imprensa brasileira acerca do Mais Médicos: o viés político, a polarização das opiniões inicialmente veiculadas e o princípio do que se pode considerar uma mudança de enfoque, a partir do momento em que pesquisas de opinião revelam a aprovação popular do programa.

Keywords


Programa Mais Médicos; Comunicação em saúde; Saúde Coletiva

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15847/obsOBS1122017894

License URL: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/