Margens de silêncio nas notícias de saúde: o caso dos enfermeiros

Rita Araújo, Felisbela Lopes

Abstract


Enquanto construção social da realidade, as notícias reproduzem estruturas de poder e promovem zonas de visibilidade e de sombra. Quisemos, neste trabalho, situar a (in)visibilidade dos enfermeiros no espaço público mediático que a imprensa portuguesa estrutura na mediatização que faz do campo da saúde. Para isso, analisámos quase 7000 notícias de saúde publicadas entre 2012 e 2013 em seis jornais nacionais, sobressaindo das nossas conclusões o facto de os enfermeiros raramente se constituírem como fonte de saúde. Contrariamente, os médicos são os especialistas mais procurados, sendo que as escolhas dos jornalistas não refletem a realidade nacional – onde o grupo dos enfermeiros é bastante maior do que o dos médicos.

Keywords


Comunicação; Jornalismo; Saúde; Enfermeiros; Construção Social

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS922015832