Pensando e fazendo webjornalismo audiovisual: a experiência do TJUFRJ

Beatriz Becker, Lara Mateus

Abstract


Nesse mundo mediado pelas tecnologias digitais, onde a comunicação tem um papel central e a experiência da realidade social é construída por meio de combinações de imagens e palavras, é importante pensar sobre a produção colaborativa de notícias porque esses processos subvertem a forma unilateral de distribuição de informação para uma reconfiguração da mediação jornalística na atualidade e podem gerar outros sentidos sobre a realidade social cotidiana. As narrativas não lineares têm o potencial de aperfeiçoar as práticas jornalísticas e incrementar a interatividade, o que requer, entretanto, leitores-telespecatores-usuários ativos, que tenham a capacidade de entender códigos e tecnologias da mídia, analisar as novas linguagens, produzir conteúdos com um mínimo grau de qualidade, e cidadãos que também tenham competências para interagir com as mensagens midiáticas. Educar para o pensamento crítico implica em habilidades para estabelecer relações criativas e consistentes com o que aparece na tela e a realidade do mundo fora dela. A capacidade de praticar e refletir sobre o jornalismo e selecionar informações, talvez, nunca tenha sido tão essencial. A experiência do laboratório e do site TJUFRJ, o telejornal online da Escola de Comunicação da UFRJ, que pode ser acessado no endereço www.tj.ufrj.br , é discutida nesse artigo como uma experiência capaz de associar a educação a processos de formação de audiências mais ativas, a partir de uma análise comparativa de diferentes experiências de produção de conteúdos noticiosos audiovisuais disponibilizadas no ciberespaço.

Keywords


webjornalismo audiovisual, formação profissional, TJUFRJ

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS512011475