Asylum Seekers in the News: Frames of Illegality and Control

Karina Horsti

Abstract


Since the early 1990s migration policies in Europe have thematically shifted from human-rights issues to control policies. Distinguishing political refugees from economic migrants has become more difficult. Analyses of this shift cannot overlook the role of journalism. By setting the agenda news journalism defines what is discussed and by framing the issues it selects how these issues are discussed. This article uses frame analysis for foreign and domestic news of asylum seeking in the National Finnish News Agency (STT). The data consists of news published in 2002, total of 237 news items. Two frames are the most dominant. Firstly, the news are more often linked with trans-national crime and clandestine travel than with humanitarian issues. The illegality frame links foreign news with domestic news. Small incidents of ‘illegal immigration’ in Finland are covered since ‘illegality’ is on the agenda through news flows from other countries. Asylum seeking is presented as a common European problem. Additionally, the news construct a frame of controlled immigration in Finland. Often insignificant details are reported which produce a panoptic eye on asylum seekers: they are being watched, moved and removed. The news construct a panopticon over asylum seekers.


Os Refugiados nas Notícias: Frames de Ilegalidade e Controlo

Desde o início dos anos 90s, as políticas de migração na Europa têm vindo a mudar tematicamente das questões dos direitos humanos para as políticas de controlo. Tornou-se assim mais difícil distinguir entre refugiados políticos e migrantes económicos. O jornalismo define através da sua agenda mediática (agenda setting) o que é noticiável e, através dos processos de tematização e framing o modo como estes assuntos são abordados e discutidos. O presente artigo utiliza uma frame analysis das notícias domésticas e internacionais sobre refugiados, produzidas pela agência noticiosa Finlandesa (STT). Os dados analisados englobam todas as notícias publicadas durante o ano de 2002, as quais perfazem um total de 212 notícias. Desta análise sobressaem dois temas dominantes. Primeiro, as notícias estão mais frequentemente relacionadas com crime transnacional e viagens clandestinas do que com questões humanitárias. O frame da ilegalidade relaciona as notícias internacionais com as notícias domésticas. A cobertura noticiosa dos pequenos incidentes da ‘imigração ilegal’ na Finlândia ocorre desde que a ‘ilegalidade’ foi incorporada nos fluxos noticiosos provenientes de outros países europeus. Os refugiados que solicitam pedido de asilo na Europa são apresentados como uma questão europeia, um tema comum à Europa. Simultaneamente, as notícias constroem um frame da imigração controlada na Finlândia, no qual são frequentes os relatos de detalhes insignificantes que produzem um olhar panóptico (a ‘panotic eye’) sobre os indivíduos que interpuseram pedidos de asilo: sujeitos que estão permanentemente a ser observados, transformados e eliminados.

Keywords


Asylum seekers, journalism, immigration, frame analysis

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS11200745