“O Nascimento de uma Nação”: as representações de Nelson Mandela na revista Veja

Renné Oliveira França, Rosa Cabecinhas

Abstract


Buscamos aqui analisar as diferentes representações de Nelson Mandela a partir da revista Veja, a mais vendida do Brasil com uma venda média de 1.200.000 exemplares por semana. Foram observadas 188 matérias jornalísticas em que Mandela foi mencionado pela revista, entre os anos de 1978 e 2009. De preso político a presidente de seu país, Mandela foi sendo representado de diversas formas e nosso questionamento busca perceber qual memória coletiva pode ter resultado destas transformações. Quem é Nelson Mandela a partir da Veja? Que valores sua imagem carrega? Como as representações da revista se transformaram ao longo dos anos? Representação será aqui tratada a partir das discussões de Stuart Hall, como local de encontro entre significados e linguagem em uma cultura. A revista Veja será entendida, então, como local onde signos e imagens representam sentidos compartilhados em uma sociedade, ao mesmo tempo em que atualiza ou modifica esses significados. Sua relação com a memória será estabelecida a partir dos contributos de Halbwachs, Wertsch e Anderson, que buscam compreender as interseções entre cultura, identidade e memória coletiva.

Keywords


Representação; memória coletiva; revista; Mandela

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS412010332