Em busca de novas métricas de avaliação da produção científica em ciências da comunicação.

Sueli Mara Soares Pinto Ferreira

Abstract


A busca da comunidade científica por melhores posições e maiores reconhecimentos, junto a sociedade científica e agências de fomento nacionais e internacionais, sempre esteve atrelada ao sistema de avaliação de sua produção. Portanto, conhecer os fluxos da comunicação científica, desvendar os mecanismos existentes para a qualificação da ciência e implementar mecanismos e ferramentas para a obtenção de indicadores e parâmetros que possibilitem o mapeamento por áreas específicas do conhecimento, tem sido foco de estudos já há muito tempo. Como resultados surgem dois movimentos internacionais: Open Archives Initiative (OAI) e Open Access (OA), ambos oferecendo maiores e distintas oportunidades de se revisar os atuais critérios de qualidade. Observando-se especificamente a área das ciências da comunicação brasileira, várias indagações se tornam relevantes: Qual o impacto da produção científica brasileira da área de Ciências da Comunicação? Quais mecanismos de medição estão disponíveis nesta área e como tem sido feita a avaliação desta produção brasileira pela comunidade científica nacional e internacional? O que tem sido feito para melhoria da área em termos nacionais? Como garantir a visibilidade e a acessibilidade desta produção e ainda possibilitar a produção de novos indicadores bibliométricos e infométricos? Quais serviços se encontram disponíveis hoje e como se apresentam seus resultados? Este artigo visa trazer uma discussão epistemológica sobre o modelo internacional de avaliação da produção científica adotado pelo Brasil, de modo a contextualizar e problematizar a situação específica de uma subárea das ciências sociais aplicadas, qual seja a ciências da comunicação, e buscar novas opções em relação a indicadores e métricas de avaliação da produção científica da área. Para tanto, sumariza as principais idéias e pontos relevantes para responder cada uma das questões básicas enunciadas anteriormente, evidencia algumas das possibilidades e iniciativas disponíveis hoje em distintos países e aponta iniciativas brasileiras que buscam incluir a área de ciências da comunicação brasileira no contexto científico nacional e internacional.

Abstract:
The scientific community goals for better positions and greater recognition at the national and international scientific societies and sponsoring organization, has always been tied to the evaluation system of their production. Therefore, knowing the flow of scientific communication, discovering the mechanisms to qualify science and implementing tools to identify parameters to sistematize the specificity of some areas of knowledge, has been the focus of several studies since long time. In this context, appear two internacional movements: the Open Archives Iniciative (OAI) and the Open Access (OA), and both offering great opportunities to review and study the scientific quality criteria available today. In case of the Brazilian communication science area, several questions become relevant: What is and how is the impact of this Brazilian scientific production in the national and international scientific community? What mechanisms are available to evaluate this production? What has been done to improve the area in national terms? How to increase the visibility and accessibility of this production and also enable the production of new bibliometric criterias? What services are available today and how to present their results? This article aims to bring an epistemological discussion on the international evaluation model of scientific literature used in Brazil in order to contextualize and discuss the specific situation of a subarea of applied social sciences, which is the communication sciences, and look for new options for indicators and metrics for assessing this scientific area. To this end, summarizes the main ideas and important points to answer each one of the key issues listed above, highlights some of the initiatives and opportunities available today in different countries and pinpoints Brazilian initiatives that seek to include the Brazilian area of communication sciences in the scientific national and international context.

Keywords


Scientific production, communication science, scientific comunication, quality criteria, open access, visibility

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS412010322