A ocidentalização das campanhas eleitorais em Cabo Verde: marginalização e despolitização da cobertura mediática das legislativas

Rui Alexandre Novais, Rony Maocha

Abstract


Este artigo propõe uma análise diacrónica comparativa do tratamento noticioso das mais recentes legislativas em Cabo Verde com o intuito de comprovar a existência da marginalização e despolitização da cobertura mediática das campanhas eleitorais. Para além de preencher o vazio em termos da realidade de produção científica cabo-verdiana neste domínio específico, o presente estudo testa a ocorrência de um transfer completo dessas tendências internacionais da comunicação política para o contexto nacional. Com esse fim, adopta uma combinação de metodologias de análise de conteúdo centradas na intensidade e destaque da cobertura, bem como, dos enquadramentos presentes nos textos noticiosos de dois semanários representativos do espectro ideológico do país, com implicações também em termos da seleção do conteúdo noticioso e do estilo e linguagem empregues nos textos jornalísticos. Conclui que tanto a diminuição no volume da atenção jornalística e do destaque conferidos às campanhas, como a prevalência geral dos enquadramentos de corrida de cavalos confirmam o argumento em torno da marginalização e despolitização da cobertura mediática. Não fora o ênfase nos enquadramentos temáticos em detrimento dos episódicos, e verificar-se-ia uma total ocidentalização da cobertura mediática das campanhas eleitorais legislativas em Cabo Verde.

Keywords


Legislativas em Cabo Verde; Enquadramentos (Framing); Comunicação política em campanha; Análise comparativa diacrónica dos media; Marginalização e despolitização.

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS14120201475

License URL: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/