As mudanças climáticas e o seu discurso no HuffPost Brasil: ênfase no “fazer sentir” ou no “fazer saber”?

Aline Tainá Amaral Horn, Myrian Del Vecchio de Lima

Abstract


Um dos aspectos da narrativa jornalística digital online é de que a construção argumentativa de apelos à emoção (fazer sentir) é mais influente na esfera pública do que fatos objetivos (fazer saber). Ao propor analisar como ocorre o tratamento de notícias sobre mudanças climáticas do jornal nativo digital HuffPost Brasil, este artigo apresenta como objetivos centrais: verificar os discursos predominantes e analisar o tratamento de conteúdos produzidos por diferentes atores sociais (jornalistas, blogueiros e instituições). Parte-se da seguinte questão-chave: As notícias sobre mudanças climáticas estão focalizadas no “fazer sentir” (emoções) ou no “fazer saber” (conhecimento)? A coleta de dados foi feita a partir de metodologia cruzada (software de mineração e análise de texto e Google notícias). O quadro teórico principal está ancorado nos modos discursivos propostos por Charaudeau (2006) e nas características do jornalismo de internet discutidos por Del Vecchio de Lima et al (2017). Conclui-se que a cobertura sobre mudanças climáticas no site é muito reduzida e que o tema de modo geral não é tratado com “dramaticidade” (a fim de emocionar) como ocorre em vários veículos noticiosos.

Keywords


Jornalismo Digital. Mudanças Climáticas. Análise do Discurso. HuffPost Brasil. Construção argumentativa.

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS13420191446

License URL: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/