A denúncia política na origem do new journalism: o caso pioneiro de Rodolfo Walsh

João Figueira

Abstract


Quinze anos antes da obra seminal de Tom Wolfe caraterizar o new journalism e com uma década de avanço sobre “A sangue frio”, de Truman Capote, o jornalista e escritor argentino Rodolfo Walsh publicou “Operação massacre”, a primeira de três investigações jornalísticas, que verdadeiramente marca o nascimento do novo jornalismo. Partindo de uma releitura crítica sobre o new journalism, mostramos como esta corrente nasceu fora nos Estados Unidos e como só a hegemonia da língua inglesa explica que o fenómeno seja, geralmente, focado na realidade norte-americana, ignorando outras experiências anteriores. O presente artigo deixa ainda evidente a dimensão política do trabalho jornalístico de Walsh, que constitui uma marca diferenciadora face à maioria dos autores norte-americanos do new journalism.

Keywords


New journalism; narrativa; “Operação massacre”; Rodolfo Walsh.

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15847/obsOBS13120191403

License URL: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/