As notícias sobre corrupção e as redes de sociabilidade: um estudo exploratório em Portugal, Brasil e Angola

Isabel Ferin Cunha, Bruno Araújo

Abstract


O estudo exploratório que apresentamos neste texto é resultado da análise qualitativa de cinco notícias sobre casos de corrupção em Portugal e no Brasil, que foram interrelacionados pela investigação judiciária, com desdobramentos em Angola, um país africano de língua portuguesa. A cobertura jornalística e a mediatização desta problemática foram investigadas num projecto desenvolvido em Portugal e no Brasil entre 2012 e 2015. Neste artigo, pretendemos analisar: como as redes de sociabilidade são descritas nos textos e na infografia que o acompanha; como os relacionamentos entre instituições e atores do Espaço Lusófono são desenhados na notícia e em sua infografia; a articulação entre cobertura de notícias e infografia (Gray, Chambers and Bounegru, 2012). Assumimos que os infográficos que acompanham o texto jornalístico são dispositivos para a mediatização da corrupção e da política (Stromback, 2008; Hepp, 2012). Portugal, Brasil e Angola integram o Espaço Lusófono, um espaço regional dentro da globalização, com raízes históricas no império colonial português, caracterizado pela partilha de línguas e a proximidade cultural (Straubhaar, 1991; Davis, Straubhaar, Cunha, 2016).

Keywords


Redes de sociabilidade, mediatização da corrupção, Espaço Lusófono, infográficos

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15847/obsOBS12220181151

License URL: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/